CONTOS INFANTIS

A Princesa e o Sapo



Era uma vez uma bondosa princesa muito bonita, de belos cabelos negros que vivia num reino muito distante. Ela era tão linda que o sol, que já viu toda beleza do mundo, ficava atônito sempre que iluminava seu lindo rosto.

Um belo dia, passeando pelo bosque que ficava perto do castelo, sobre um pequena ponte em forma de arco sob um lindo córrego, quando de repente sua gargantilha de ouro quebrou e o pingente de ouro gravado com brilhantes, que foi presente de sua avó caiu dentro do córrego. A princesa viu como ia desaparecendo no córrego lentamente até desaparecer completamente, pois era profundo, tanto que não se via o fundo.

Pensando que o presente de sua avó estava perdido para sempre, ficou muito triste e começou a chorar.

- Princesa, não chore. Vou devolver-lhe sua gargantilha com pingente. — disse um sapo.
- Podes fazer-me esse favor? – perguntou a princesa.
- Claro, mas, só farei em troca de um favor, uma recompensa.
- Qual recompensa, querido sapo - disse ela, - Minhas pérolas, jóias, a coroa de ouro que levo?
O sapo disse:
- Não me interessam tuas pérolas nem tuas jóias, nem a coroa. Porém me prometes um beijo.
- Oh, sim- disse ela - Te prometo tudo o que quiseres, porém devolve minha gargantilha com pingente, ela é a recordação da minha avó.

O sapo, uma vez recebida a promessa, meteu a cabeça na água e mergulhou, então, o sapo apanhou a gargantilha com pingente do fundo do córrego, levou-a até os pés da princesa e ficou esperando o beijo. Mas, a princesa pegou na seus pertences e correu o mais rápido que podia para o castelo.

O sapo gritou:
- Princesa, deve cumprir com a palavra, sua palavra, não posso correr tanto como você!!!

Mas de nada serviu coaxar atrás dela tão forte quanto pôde. Ela não o escutou e correu para o castelo.

No dia seguinte, quando ela sentou à mesa com o rei e a rainha e toda a corte, algo veio pulando, splash, splish splash pela escada de mármore. Quando chegou ao alto, bateu à porta e gritou:
- Princesa, jovem princesa, abre a porta.

O Rei ordenou ao um dos empregados, abra a porta e veja quem está chamando a princesa.
Quando abriu a porta, o sapo rapidamente pulou, pulou até a mesa e se sentou em uma das cadeiras vazias ao lado da princesa.

O rei se deu conta que o coração da princesa batia violentamente e disse:
- Minha filha, por que estás assustada? Há um gigante aqui que vai te levar?
- Ah não, respondeu ela - não é um gigante, senão um sapo.
- O que quer o sapo de ti?

- Ah querido pai, estava passeando pelo bosque sobre a ponte e minha gargantilha com pingente caiu dentro do córrego, e este sapo me ajudou a recuperar.

Entretanto o sapo exclamou:

- Antes que o conseguissem apanhar, ela me fez uma promessa, dar-me uma recompensa, ó, Rei.
- Do que é que está a falar, sapo? Disse o rei, furioso.
— A princesa prometeu dar-me um beijo depois de eu apanhar a gargantilha com pingente ouro perdida no córrego.

O rei explicou à filha que uma promessa real deveria ser cumprida.

Arrependida, a princesa começou a chorar e disse que ia cumprir a palavra dada ao sapo. A princesa fechou os olhos e deu um beijo no sapo, que logo pulou para o chão. Diante dos olhos de todos, o sapo transformou-se num belo príncipe.

Ele contou a toda corte que uma bruxa o havia transformado em sapo e somente o beijo da donzela mais bonita acabaria com o feitiço. Assim, ele apaixonou-se pela princesa e pediu-a em casamento. A princesa aceitou.

Fizeram uma grande festa de casamento, que durou uma semana inteira. A princesa e o príncipe juntaram os seus dois reinos e foram felizes para sempre.

Moral da história
Não devemos julgar os outros pela aparência.

Nota
O Príncipe Sapo é um conto de fadas, mais conhecida na versão dos Irmãos grimm; é tradicionalmente a primeira história em sua coleção.

Conto: Irmãos grimm, versão por OpenBrasil.org
Foto: Estúdios Walt Disney

Contos Infantis - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas

Imagem

O Gato Herói

Imagem

Os Três Porquinhos

Imagem

O Burro e o Cavalo